Parque Aquático de Amarante

parque-aquatico-amaranteSituado numa encosta do rio Tâmega, o Parque Aquático de Amarante é considerado o maior parque aquático de montanha da Península Ibérica.

Um espaço de eleição para miúdos e graúdos se divertirem nos dias quentes de Verão! 🙂

UM DIA BEM MOLHADO E DIVERTIDO!

Fomos 2 casais e respectivos filhotes na esperança de passarmos um dia bem divertido naquele que se intitula como o maior parque aquático de montanha da Península Ibérica. E sim, divertimos-nos imenso! 😀

No dia 28 de Julho de 2015, ainda nem 10h00 eram (hora de abertura do parque) e já lá estávamos nós de plantão na fila para a bilheteira. E ainda bem que decidimos ir assim tão cedo. Mais uns minutos e deparávamos-nos com um amontoado de pessoas à espera… Acho que a próxima foto ilustra bem isso!parque-aquatico-amarante (26)

Talvez por termos ido tão cedo, não tivemos qualquer problema em estacionar no parque de estacionamento (é gratuito).

Assim que entramos no recinto, fomos logo tratar de alugar um guarda-sol. Existe uma “tenda” onde para além de alugarem guarda-sois, ainda alugam camas, cestos e cofres. Nessa tenda apenas se efectua o pagamento, sendo depois necessário ir a outra tenda apresentar um talão e levantar os itens.

Outra vantagem de chegar bem cedo ao Parque Aquático de Amarante, é que é muito mais fácil encontrar um bom local na relva para nos “instalarmos”. Deu bem para ver a dificuldade de quem chegou lá para as 11h… já quase que não havia espaço para estender a toalha! Estávamos num dia da semana (terça-feira) e o parque estava ao rubro!!! 😛

AS ATRACÇÕES

A primeira atracção que experimentamos foi o Fast Mountain, um escorrega com 180 metros de comprimento que foi inaugurado este ano e que, pelo que li por aí, é um dos maiores da Europa.

Ao contrário dos restante escorregas tubulares deste parque, no Fast Mountain o deslize é feito através de bóias. Cada bóia leva duas pessoas, mas fiquei na dúvida se permitem uma pessoa deslizar sozinha numa boiá ou se tem de ir obrigatoriamente acompanhada. Pelo menos não vi ninguém a deslizar sozinho.

Essa atracção foi a minha estreia neste parque, e foi muito divertido! Atinge-se uma velocidade “curiosa” num percurso quase totalmente às escuras. Adorei a experiência!

Infelizmente só me foi possível deslizar nesse tubo uma única vez… é que pouco depois já se fazia uma fila enorme. E repare que nesta atracção acabam por se formar duas filas: uma para levantar a bóia e outra para deslizar no tubo. Haja paciência!

Depois lá experimentamos as outras atracções existentes no parque… que apesar do longo tempo de espera nas filas, não me falhou nenhuma! 🙂

Uma delas são as pistas múltiplas, uns escorregas coloridos em que deslizam 6 pessoas em simultâneo. Até que gostei mas não achei nada de especial. E o “caracol”, apesar de ser uma descida muito curta, gostei bastante pela velocidade que se atinge.

No tobogan a descida não me correu lá muito bem. Das duas vezes que desci fiquei parado a meio do percurso e para me desenrascar tive de me virar de cabeça para baixo. Deslizei mais rápido mas fui logo abordado por um elemento do staff que me pediu delicadamente para eu não repetir a proeza. De qualquer forma não fui o único a queixar-me de ter ficado empancado a meio do percurso e até não faltava lá quem desse palpites sobre a melhor forma de escorregar sem parar. Parece-me que a teoria de “levantar o rabo de forma a que os calções não criem atrito” foi eleita vencedora! 😀

Mas a minha atracção favorita e onde era capaz de deslizar umas 100 vezes sem parar, foi a das “pistas rápidas”. É que para além de se atingir uma boa velocidade, essa pista dá alguma liberdade para se brincar um pouco. Podemos ir de costas, de barriga, de joelhos, podemos rodopiar, etc. Muito divertido!

Ah pois, já me esquecia… nós levamos crianças connosco e elas também gostam de brincar… 😀

Não falta espaço e escorregas para as crianças se divertirem. As piscinas adequadas para as crianças, são amplas, têm quedas de água, cogumelos, escorregas, e pareceram-me muito seguras. Nada a apontar! Os miúdos divertiram-se imenso.

A piscina dos adultos é enorme, mas mesmo assim acaba por parecer pequena dada a afluência de pessoas. Um reparo que tenho a fazer relativamente a essa piscina, é que em pouco tempo a água já estava demasiado turva e com alguma sujidade (cabelos, ervas…), o que não a torna lá muito agradável.

O Parque Aquático de Amarante tem snack-bar, mas nós optamos por levar comida de casa e apenas fomos até à esplanada para tomar café e comer uns gelados. Existe um espaço amplo com mesas de madeira para quem lá quiser merendar, mas como devem imaginar, está sempre lotado!

O preço dos bilhetes não é lá muito atractivo: 17€ os adultos e 8,50€ as crianças (crianças até aos 4 anos não pagam). É caro, mas se avaliarmos e aproveitarmos tudo o que temos à nossa disposição, acho que no final do dia não se “chora” esse dinheiro. E quem fizer como nós, ir à hora de abertura e voltar mesmo na hora do fecho (às 19h00), ainda consegue tirar melhor proveito do parque. 😀

Resumindo, o parque tem boas atracções, está bem inserido na paisagem, o staff é simpático, o espaço é bonito e tem várias zonas com sombra. Tem portanto bons ingredientes para um dia muito bem passado!

Sem dúvida que será uma experiência a repetir.

E você? Já visitou o Parque Aquático de Amarante? Conte-nos a sua experiência. 😉

Comentários

comentários

1 Response

  1. José Vieira diz:

    É verdade, já passei bons momentos com a família neste parque. Não tem nada a ver com os do algarve, mas no norte não deve haver melhor. Gostei do blogue e vou passar aqui mais vezes. 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *