Termas de Melgaço

Situadas entre as margens do Minho e da Galiza, as Termas de Melgaço são conhecidas tanto pelas suas virtudes terapêuticas como de SPA.

Estivemos lá, relaxamos imenso e agora partilhamos a nossa experiência! 😉

A NOSSA EXPERIÊNCIA

Foi durante a nossa estadia no Monte Prado Hotel & Spa que ficamos a conhecer esta magnífica estância termal. Logo ao efetuarmos check-in nessa unidade hoteleira, foi-nos oferecido um vale para relaxarmos nas fantásticas Termas de Melgaço gratuitamente por 2 horas!

Pela informação que nos foi dada, esta estância termal está especialmente indicada para afeções das vias respiratórias, reumáticas e músculo-esqueléticas e diabetes. Nós fomos apenas à procura de um momento de lazer e relax, mas é sempre bom conhecer a existência de outros benefícios para além da nossa boa disposição!

Não sabendo ainda o que nos esperava, preparamos uma mochila para cada um com toalhas, champô e gel de duche… o que se revelou totalmente desnecessário!

Assim que chegamos à Estância Termal de Melgaço (também conhecida por Parque Termal do Peso), ficamos fascinados com a dimensão daquele espaço. São 2 hectares de espaço arborizado a convidar a um passeio.

Adiamos o passeio pelo parque para depois dos nossos momentos de relax no balneário das termas, mas a curiosidade levou-nos a querer experimentar uma outra atração: o Buvete da Fonte Principal.

Trata-se de um imponente pavilhão construído sobre a captação, com uma fonte termal no centro onde podemos provar gratuitamente a água.

Para ser sincero, ao primeiro gole o sabor da água não foi totalmente do meu agrado, mas depois lá acabei por gostar! Achei curioso o facto de ser ligeiramente gaseificada. Estas águas são rotuladas como sendo “minerais naturais gasocarbónicas”, e sem dúvida que se sente bem o gás.

Depois dessa prova de água termal, dirigimos-nos ao balneário para o tão esperado momento de relax no SPA.

Logo à entrada ficamos surpreendidos! O aspeto do exterior do balneário contrasta com a decoração moderna e sofisticada do interior. Tudo muito branco, muito limpo e organizado. Impecável!

Na receção entregamos os vales que nos tinham oferecido no hotel e foram-nos imediatamente entregues roupões, toalhas e a chave do cacifo. Logo aí nos apercebemos que não era necessário ter trazido toalhas, e mais tarde também descobrimos que nem o champô nem o gel de duche seriam necessários, já que eram disponibilizados gratuitamente nos balneários.

Após tudo tratado na receção, eu virei à esquerda para os balneários masculinos e ela à direita para os balneários femininos. O balneário é bem espaçoso, tem cabines de duche com dispensador de gel de banho, secador de cabelo junto aos lavatórios e está tudo limpo e asseado.

Pelo caminho para a zona do SPA, fomos espreitando as salas de tratamentos destinados às indicações terapêuticas proporcionadas pela água de Melgaço, tal como duche vichy, massagens, duche de jato, entre outros que não faço ideia para que servem!

Chegados à zona do SPA, ficamos maravilhados com a dimensão da piscina e dos jacuzzis. E a temperatura da água estava perfeita.

Tivemos também bastante sorte porque nas duas horas em que lá estivemos, só lá para o final é que começaram a chegar mais pessoas. A maior parte do tempo tivemos o SPA só para nós! 😀

Andamos a “saltar” entre piscina, jacuzzi, sauna, banho turco… experimentamos tudo a que tínhamos direito e adoramos! A piscina, para além dos dois jacuzzis, tem ainda cinco hidromassagens verticais, percurso celta, contracorrente e cinco marquesas de relaxamento.

Estava tudo limpo e em bom estado de conservação.

Depois das duas horas de diversão e relax total, tomamos um duche, devolvemos os roupões e as toalhas na receção e fomos dar um passeio pelo parque.

Pelo caminho pudemos ver um pequeno parque infantil, um campo de mini-golfe, o bar das termas (que se encontrava encerrado à hora que lá passamos) e a “Fonte Nova”, uma construção da década de 30, atualmente desativada como fonte mas reconvertida em espaço museológico e de lazer.

E assim foi a nossa visita às Termas de Melgaço!

Já antes tínhamos partilhado a nossa experiência nas Termas de Monção, mas sem sombra de dúvida que as Termas de Melgaço são, na nossa opinião, bastante superiores.

Adoramos a experiência e contamos vir a repeti-la. Recomendamos sem hesitar que visitem esta estância termal! 😉

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *